Bob, o gato laranja!

Hello everybody! Tudo bom com vocês? Espero que sim, pois 2015 chegou e estou sentindo que esse ano vai ser melhor que 2014. (Cof, cof… Assim espero). A verdade é que depende mais de nós mesmos que o ano, o mês, o dia se torne melhor não é mesmo?
Ano passado, foi tão complicado para mim e tão difícil emocionalmente e mentalmente que não consegui fazer nem metade do que eu queria e tinha que fazer, foi uma luta diária para que eu me sentisse melhor e voltasse a ter o animo e a vontade de viver que sempre fez parte de mim. Peço que tenham paciência comigo, pois passei tempo demais sem blogar, mas este ano promete mais posts, eu juro! hahaha

1

Hoje posso dizer que estou bem melhor, mas ainda é uma luta constante para eu voltar ao meu equilíbrio, e nada melhor do que uma virada de ano para que as minhas boas energias e vontades voltassem.

O que acham de começar o ano com uma boa indicação literária, para você que está aí em casa de férias?

SIM! YEY! Hahaha #LivrosSãoVida

Hoje trago então, a minha visão da história de amizade entre um homem e seu gato.

Se até aqui você já adivinhou de qual livro estou falando, parabéns, você também gosta de gatos ou de livros, ou dos dois! ^ ^

James Bowen conta em seu livr, publicado no Brasil pela editora Novo Conceito, ‘Um Gato de Rua Chamado Bob’, sua real história de vida.

3

Bowen nasceu na Inglaterra em 1979 (36 anos) e depois de seus pais se separarem, ele se mudou com sua mãe para a Austrália. Sua vida sempre foi cheia de altos e baixos, com constantes mudanças de residência fazendo com que James tivesse dificuldades de adaptação nas escolas em que passou, sofrendo bullying em diversas vezes e por fim James, acabou se entregando às drogas. Depois de um tempo foi diagnosticado com TDA/H (Déficit de Atenção), esquizofrenia e distúrbio bipolar.

Em meio a tudo isso, James resolve voltar a viver em Londres e tentar a vida como músico, o que logo não dá certo, fazendo com que ele passe de esquina em esquina da grande cidade, fazendo pequenas apresentações em troca de poucas libras para sustentar seu vício nas drogas, que sempre foi seu refúgio da vida solitária e frustrada que ele vinha passando.

Como a vida é mais do que surpreendente, de repente, não mais do que de repente, James encontra no corredor de seu pequeno apartamento um gato laranja, muito quieto e machucado.

Ele não queria se apegar ao animal, mas também não poderia largar o bichano sofrendo ali largado, e foi quando decidiu tratar do gatinho, depois batizado de Bob, que sua vida começa a mudar.

Os dois se tornaram grandes amigos e companheiros, vivendo diversas aventuras nas ruas de Londres e fazendo com que James se desse uma nova chance para viver a vida com dignidade. Graças ao seu novo ‘bebê’, como ele mesmo diz, Bob, o gato laranja.

Já viram este mini documentário sobre a história dos dois? É incrível, vejam!

O livro te emociona do começo ao fim, ainda mais por saber que é uma história real. Mostrando o preconceito que os moradores de rua sofrem e o quão difícil é sair de uma situação dessas.

2

James e Bob se tornam tão amigos que acabam sabendo os sentimentos um do outro, o que torna a história mais encantadora, acabando com os tabus daqueles que acham que gatos não gostam de seus donos! (toma essa, hahaha).

Recomendo a leitura de ‘Um Gato de Rua Chamado Bob’ sim. É uma leitura ótima para aqueles que querem ler uma hisória verídica, escrito de forma simples e cheia de lições de vida.

E vocês? Já leram a história de James e Bob?

Para quem quiser comprar o livro, clica aqui.

 4

Espero que tenham gostado!

~xoxo~

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s