YAY! 16 meses de USA!

A garota que se assustava com 365 dias dando tiros no escuro e que dizia que depois de 6 meses longe já estaria de malas mais do que prontas para voltar para casa, é hoje a mesma garota que vos escreve. A garotinha que está sobrevivendo por estes últimos 16 meses de intercâmbio.

Intercâmbio este que ainda não acabou. Misericórdia é mudança de residência então?

Acalmem-se não é permanente, é passageiro. Aliás, nada nesta vida é para sempre e todos nós somos passageiros. Passageiros a bordo do trem da vida, ou devemos chamar de avião porque tudo está passando mais do que de pressa?! Calma lá, apertem os cintos!

Apesar de já ter explicado que não estou me mudando permanentemente para a Terra do Tio Sam, eu estou de mudança mesmo assim! Como é? Acho que não entendi… O fato é que estou de mudança, constantemente, por dentro e por fora.

Este tempinho vivendo a aventura de morar em outro país sozinha e ser au pair , tem me trazido transformações significativas para o meu ser. Nossa mas que profundo Gessz!

Eu sei, eu sei, é difícil entender. Não consigo colocar em palavras ou emoções, só consigo sentir estas passagens da vida e apreciá-las ou odiá-las! Entendem um pouquinho do que quero dizer?

Sei que, muitas pessoas do meu Brasil brasileiro que fazem parte do meu convívio irão senti-las. Algumas pessoas podem passar despercebidas por elas. Sei também que vou irritar muita gente e muitos olhos revirados e nariz torcido verei. Mas o que podemos fazer? Cabe aos outros, e a mim, lidar com isso. É a vida.

IMG_5879

Com todas esta transformações ocorrendo, uma delas vem me perturbando, mas não me tirando do sério, é claro, que é simplesmente o fato de que o segundo ano trabalhando como au pair é barra pesada!

É uma barra pesadíssima, meus caros, ter que lidar com os mesmos probleminhas domésticos todas as semanas, ou mesmo todos os dias. Você não aguenta mais morar com os outros, morar com os seus chefões. Por mais que eles sejam os melhores patrões de toda grande Seattle, e eles são, acredite!

Você não consegue mais lidar com o fato de ter que por uma roupa no mínimo “ok” e ter que dar um tapa no cabelo, só para poder subir na cozinha comer algum snack!

Você, au pair do segundo ano, não suporta mais um monte de coisa mas o que você menos gosta é estar reclamando disso tudo e saber que daqui menos de seis meses, você vai dizer adeus à todo esse mundo, para sempre!

E dizer tchau vai lhe causar uma dor imensa no coração, de uma maneira que você nunca pode ter sentido antes. Pois não será o adeus de uma morte, mas sim a de um adeus que pode ser um até logo, mas que você não sabe quando os verá novamente, e se os verá.

E é por isso que todas essas mudanças e transformações são necessárias para fazer com que eu aguente mais um dia de trabalho nessas férias de verão intermináveis, mas que será meu último verão na Terra do Tio Sam, meu último verão na linda Seattle, meu último verão como au pair, meu último verão com esta família, que me acolheu tão bem.

Ainda bem que tenho ainda um restinho dessa vida nesse universo paralelo que é ser au pair para curtir!IMG_5006

Espero que tenham gostado!

~xoxo~

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s