Para Sempre Alice

TGIF. Hoje é sexta feira, dia de indicação de filmes aqui no blog, quem curte?! A viciada em filmes e séries aqui, sempre tem uma carta na manga quando o assunto é este universo paralelo do entretenimento!

‘Para Sempre Alice’ está em cartaz nos cinemas. Já assisti e venho dar minha humilde opinião sobre este drama, que tem como atriz principal, a talentosa, Julianne Moore.

cartaz

O filme, baseado no livro de mesmo nome da autora Lisa Genova, foi adaptado para os cinemas pelos diretores e roteiristas Richard Glatzer e Wash Westmoreland.

Na história, conhecemos Alice (Julianne Moore), uma renomada e conhecida professora de linguística de Harvard. Casada e mãe de três filhos já criados – Kristen Stwart é uma das filhas -, no auge de seus cinquenta anos e feliz.

kristen

Quando em uma palestra, Alice se vê diante de uma plateia atenta aos seus dizeres, e não mais do que de repente, ela simplesmente esquece uma palavra. Nada a faz lembrar desta palavra e nenhum sinônimo desta, aparece em sua mente confusa. Uma mulher sempre ativa e com uma mente inquietante, ela sai para se exercitar e fazer uma corrida no campus da universidade. Mais uma vez, ela se depara com uma situação inusitada onde não são as palavras que se escondem em sua mente, o que ocorre é que ela não sabe onde está ou por que está neste lugar.

Não demoramos muito para ver a protagonista ficar paranóica, com aplicativos de palavras no celular e jogos da memória, para que ela não passe mais uma vez por uma situação desta. Logo, mais episódios acontecem que a deixam preocupada, levando-a buscar um médico e descobrimos então que Alice, tem o mal do século, Alzheimer.

3

Uma mulher tão jovem enfrentando uma doença tão difícil, e a partir deste momento o filme vai nos mostrar a trajetória da mente de uma pessoa que sofre desta doença. E como todos ao seu redor são afetados e mudam suas vidas a partir do momento em que um ente querido e tão próximo, está sofrendo, muitas vezes calado e ao seu lado, e ninguém é capaz de fazer nada para reverter a situação.

É muito recente em minha vida, e as lembranças vinham a todo momento quando assistia ao filme, de meu avô paterno que enfrentou esta doença por anos. E posso dizer que este filme, além de ter sido muito bem retratado, pode servir de fonte de conhecimento para leigos no assunto e para aqueles que estão prestes a enfrentar este mal.

A atuação de Julianne foi espetacular, não é a toa que ganhou o Oscar de melhor atriz por este papel. E apesar de ser uma trama simples, a profundidade está presente para quem quiser ver.

2

Voces já viram o filme? Gostam de drama deste tipo?

Confesso que gosto de drama, mas quando envolve uma doença que esteve presente em minha família por anos, fiquei meio apreensiva. Mas a curiosidade me fez assistir e pude entender muito melhor o que se passa na cabeça de uma pessoa que está com Alzheimer. É triste, mas é a nossa realidade e há grandes chances de que toda a humanidade, ou grande parte dela, passe por esta doença ou veja ela de perto.

Espero que tenham gostado!

~xoxo~

Fotos:Reprodução

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s