O Juíz

Fim de semana finalmente chegando e para muitos, principalmente para quem gosta e para quem não está a fim de gastar muito dinheiro, assistir um bom filme em casa comendo um panela de brigadeiro ou um balde de pipoca, é a melhor saída há há há E hoje venho indicar para vocês um filme que há tempos já foi lançado, mas que só tive a oportunidade de assistir há algumas semanas atrás. O Juíz.

Quem já ouviu falar? Aquele com o ator maravilhoso e talentosíssimo que tanto amo, Robert Downey Jr. Se não assistiram, continuem lendo pois quero convencê-los de saber sobre a história de Hank!

No filme, conhecemos Hank Palmer, interpretado por Downey Jr, que é um renomado e excelente advogado, pai de família e que ganha rios de dinheiro defendendo seus clientes. A vida parece ótima para ele, mas a verdade é que ele está enfrentando um divórcio doloroso, e sua mãe acaba de falecer fazendo com que ele volte para sua cidade natal, Indiana, onde mora seu pai e seus irmãos.

O problema é, que Hank não se dá muito bem com seu pai, o juíz da cidade, Joseph Palmer (Robert Duvall). O relacionamento dos dois é tão conturbado, que ele mal cumprimenta o filho no velório da esposa, e quando todo aquele evento de família termina, Hank finalmente se vê livre para voltar para casa e sair do climão que é conviver com seu pai. Mas ao deixar suas coisas finalmente prontas para partir, ele descobre que seu pai está sendo acusado de assassinato. Hank tem vontade de ficar e defender o pai na justiça, mas como seu velho sempre o maltrata, ele se sente frustrado, e mais uma vez, rejeitado.

juiz1

Desde o início da história, o longa nos mostra que Hank sempre teve uma infância feliz ao lado de seus pais e irmãos, mas algo no meio do caminho fez com que seu pai passasse a sentir um ódio e desprezo muito grande pelo filho, mas que até metade do filme não entendemos e que, também não vou contar aqui para não quebrar a graça de quem irá assistir.

Tanto Robert como Duvall, se deram ao máximo nesses papéis, e a interpretação e criação para estes personagens foi excelente. É o tipo de filme que depois que acaba, nos faz ficar pensando nos sentimentos e laços familiares mostrados no filme, que é tão real e que pode acontecer em qualquer ou toda família.

juiz2

Neste filme, vemos a participação da queridinha de Gossip Girl, Leighton Meester, mas que infelizmente teve uma pequena parcela na história, mas que se bem explorada poderia ter tido um papel de maior destaque. Mas sempre vale a pena ver Leighton nas telonas, certo? Certo!

leighton

O final do filme, bem… sem deixar spoiler é claro, gostei mas acho que ficaram faltando algumas respostas da vida pessoal de Hank. Bem que poderia rolar um parte dois não é mesmo?
Quem já assistiu ‘O Juíz’? Me contem o que acharam, pois só de ter a presença de Robert no filme, para mim já é um filme válido!

juiz3

Espero que tenham gostado e se quiserem assistir, eu vi aqui!

~xoxo~

Fotos e Vídeo:Reprodução

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s